Tira n°500 do Oi! nos EUA

O jornal Brazilian Times publicou no dia 18 de janeiro de 2012, a tira n°500 do personagem Oi! O Tucano Ecologista, do desenhista e escritor Fernando Rebouças. O autor publica as tiras nesse jornal desde 2008, o veículo circula em português em 8 estados nos EUA e é muito lido por brasileiros radicados nas terras de Tio Sam, turistas, latinos e pessoas de diversas nacionalidades que possuem interesse pela brasilidade e pelo nosso idioma.

Oi! O Tucano Ecologista no IV CBJA – Rio sucesso! (19/11/11)

No período de 17 a 19 de novembro de 2011, foi realizado o IV CBJA (Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental) na PUC-RJ.

No dia 19 de novembro, Fernando Rebouças ocupou um dos stands do evento para lançar os gibis n°01 e 02 do Oi! O Tucano Ecologista, cujas histórias também são publicadas em livros e tiras na imprensa brasileira e estrangeira.

Jornalistas, ambientalistas, fotógrafos, professores, médicos, pais e mães de família compraram os gibis do Oi! pessoalmente com Fernando Rebouças, receberam autógrafos e proporcionaram um momento de amizade e carinho com o desenhista.

Pessoas de todo o Brasil estiveram no IV CBJA e puderam conhecer de perto os quadrinhos e o autor Fernando Rebouças.

No evento, Fernando Rebouças autografou os recentes gibis n°01 e n°02 do Oi! O Tucano Ecologista, marcando o lançamento oficial do gibi n°02 Oi! O Tucano Ecologista – Terra de Mamutes, disponibilizado para a venda desde setembro de 2011: www.loja.oiarte.com

Fernando Rebouças expressa seu agradecimento a todos da equipe da RBJA, REBIA e site Envolverde.

Tarde de autógrafos do Gibi n°01 do Oi! – Foi um sucesso em agosto/2011

Fernando Rebouças na Livraria Arlequim, autografando o gibi n°01 do Oi!

Em maio de 2011, o desenhista Fernando Rebouças lançou a
revistinha “Oi! O Tucano Ecologista – Aquecimento Global” edição n° 01, o gibi
é  todo colorido. O preço é 5,90 reais.

O autor compartilhou a alegria desse lançamento em sua tarde de autógrafos realizada no  dia 12 de agosto
de 2011,  na livraria Arlequim, no Centro do Rio de Janeiro. O evento foi organizado pelo próprio autor em parceria com a livraria. As fotos foram feitas pelo publicitário Elenildo Lopes.

Você pode adquirir  o gibi via internet agora:

http://www.loja.oiarte.com/

Moçambique entrevista Fernando Rebouças

O desenhista e escritor de quadrinhos Fernando Rebouças mantém as tiras de seus personagens da Turma do Oi! O Tucano Ecologista publicadas em veículos impressos brasileiros e estrangeiros.

Em março de 2011, o artista começou a publicar as tirinhas no jornal @Verdade, semanário impresso de Moçambique. Em 24 de junho de 2011, o repórter do @Verdade, Hélder Xavier, entrevistou Fernando Rebouças. Na matéria, Rebouças fala de sua luta como desenhista no Brasil, do lançamento de seu primeiro gibi colorido do Oi! e dos livros publicados nos anos anteriores.

A entrevista ocupou uma página inteira (pág 28), e foi destacada na capa do suplemento cultural “Plateia”

Baixe o jornal n° 141 e leia:

http://www.verdade.co.mz/

http://www.verdade.co.mz/component/banners/click/126

Na web: http://verdade.co.mz/cultura/20421

Fernando Rebouças lança gibi n° 1 do Oi! O Tucano Ecologista.

“Oi! O Tucano Ecologista – Aquecimento Global” é o gibi n° 01 da turma do Oi!, a edição é toda colorida e, além da historinha principal sobre os males do efeito estufa, apresenta história sobre a Antártida, os animais, quadrinhos das Formigueiras e do Sapatudo (personagens da turma do Oi!).

O valor do gibi é R$ 5,90 + Frete (carta registrada) e pode ser adquirido em livrarias especializadas do Rio de Janeiro e no OiarteShop: http://www.loja.oiarte.com/

O desenhista e escritor Fernando Rebouças é formado em propaganda e marketing, pós-graduando em produção editorial. O artista desenvolve seus personagens desde a sua infância. Em 2000 e 2010 já havia publicado três livros p&b da turma do Oi!, obtendo divulgação na Televisão, no rádio e na imprensa. Nos últimos anos, Rebouças tem publicado as tiras do “Oi! O Tucano Ecologista” em português, espanhol e inglês em veículos impressos no Brasil, EUA, Inglaterra e Moçambique.

Site do personagem: www.oiarte.com

Democracia ao Quadrinho Brasileiro

No último mês de março de 2011, redigi as diretrizes base do DQB (Demcracia ao Quadrinho Brasileiro) movimento virtual e wiki a favor do nosso quadrinho (incluindo o novo quadrinho nacional). O movimento recebeu apoio do site MeuHerói.com.br que concedeu a tecnologia e o espaço virtual para o lançamento do site do movimento www.dqb.meuheroi.com.br e da comunidade de desenhistas dentro do site MeuHerói para reunir desenhistas, leitores, e profissionais editoriais com a finalidade de sugerir e formular ideias favoráveis.

Dentro da comunidade está hospedado o grupo de discussões e registros do DQB, basta acessar o seguinte link e se cadastrar na comunidade: http://www.meuheroi.com.br/index.php?option=com_community&view=frontpage&Itemid=219 Assim como no facebook, nessa nova comunidade é possível postar desenhos, sua foto e descrição; além de conversar e participar dos grupos.

O movimento já está recebendo a adesão e participação de vários artistas via e-mail, comunidade e facebook.

Leia mais detalhes sobre a proposta desse novo movimento virtual:

O objetivo do movimento é enxergar e abrir caminhos para que artistas, redatores, editores e selos independentes encontrem possibilidades mais amplas para a publicação da HQ nacional em suportes tradicionais ou digitais, considerando a convergência das mídias atuais e futuras: Detectando público, crescimento de demanda, possibilidades de incentivos governamentais e privados. O artista nacional não pode mais ficar refém de um ou meia dúzia de editores que entre aspas dominam o mercado de gibi e livros, e ditam o que é qualidade, escolhendo pelo público, ao invés de publicarem para o público.

O DQB não visa somente o mercado editorial e a ciência de nossa arte, mas também aproximar, isso sim, aproximar nossos artistas de seu público que já se manisfesta a favor nos portais e eventos que divulgam e vendem a HQ nacional e estrangeira.

O DQB é contra a xenofobia, mas visa um intercâmbio intelectual, artístico e mercadológico que seja favorável equilibradamente para o desenhista brasileiro e para o estrangeiro. Eu sempre repito, não sou contra nenhum estilo ou artista, mas quando um desenhista brasileiro inventa um quadrinho sobre garranchos soltos (estilo próprio), ele é chamado de desenhista de baixa “qualidade”; mas, quando um Gilbert Shelton publica alguns garranchos por aqui (abaixo de sua própria inspiração) , ele é chamado de “geniauuu”, gosto dos estrangeiros também, mas , por que o marketing nacional e estrangeiro abafa tanto os desenhistas brasileiros ? Será que Pedro Américo teria mais qualidade do que Picasso? O que é qualidade? Isso pode ser pensado. Temos desenhistas de grande qualidade.

Se o quadrinho brasileiro não tivesse qualidade, não exportaríamos tantos desenhistas e algumas obras nacionais para o exterior, mas, infelizmente, em certos casos, o mercado interno demora até para coroar o desenhista brazuca que já fez ou faz sucesso nos EUA, Europa e Ásia. Afinal, falta qualidade à nossa arte, ou sobra preconceito e dominação mercadológia contra a nossa arte?

Um povo que não conhece e não tem acesso à sua arte visual e audio visual não tem uma memória cultura visual sólida e enraizada em nossas próprias histórias e identidades, isso também é um dos temas do DQB, a memória cultural brasileira por meio dos quadrinhos.

Esses temas e debates são antigos sim, mas infelizmente, faltou profundidade e convite para que todos os desenhistas pudessem opinar e participar democraticamente

Se é possível debater sobre o futuro do livro, da poesia e da MPB, vamos debater na paz o futuro dos quadrinhos.

Fernando Rebouças – Desenhista e redator

TV Brasil entrevista Fernando Rebouças

 

Olá amigos, a TV Brasil (antiga TVE-Rio) me  entrevistou e apresentou os meus trabalhos no último dia 19 de março, no programa Paratodos, a entrevista foi reapresentada no dia 23 de março. Na entrevista apresentei os meus quadrinhos e livros em quadrinhos do Oi! O Tucano Ecologista. Se você perdeu a entrevista assista agora:

http://www.oiarte.com/oiartetube.html

E divulgue para os seus amigos.

Abraço,

Fernando Rebouas